Home Artigos Por que nós temos duas orelhas e uma boca?
Por que nós temos duas orelhas e uma boca?
iStock by Getty Images
0

Por que nós temos duas orelhas e uma boca?

0
0
Share Button

Ouvir é uma das habilidades mais importantes que você pode ter. Sua capacidade de ouvir tem um grande impacto em seu trabalho e sobre a qualidade de seus relacionamentos com os outros.

Devido a todas as interações que requerem nossa atenção (escuta) que fazemos, você pode pensar que somos muito bons nisso! Na verdade a maioria de nós não é, e pesquisas sugerem que só nos lembramos de 25 por cento a 50 por cento do que ouvimos. Isso significa que quando você conversa com seu chefe, colegas, clientes ou esposo(a) por 10 minutos, presta atenção a menos da metade da conversa.

A escuta ativa ( active listening) é uma maneira de escutar e responder a uma outra pessoa que melhora a compreensão mútua. Muitas vezes, quando as pessoas falam umas com as outras, elas não ouvem atentamente. Estão muitas vezes distraídas, escutam só o que interessa, ou escutam pensando em outra coisa. Quando as pessoas estão envolvidas em um conflito, se preocupam muitas vezes em formular uma resposta ao que está sendo dito ao invés de escutar. Elas assumem que ouviram o que seu oponente está dizendo, e, ao invés de prestar atenção, se concentram em como podem responder para “ganhar” a discussão.

A escuta ativa foca na construção do relacionamento, compreensão e confiança.

Dicas para uma escuta eficaz:

Conduza a conversa em um lugar onde não haja ruídos e distrações externas mínimas.

Certifique-se que você está bem descansado e mentalmente preparado para prestar atenção.

Pedir a outra pessoa para esclarecer qualquer idioma ou termos técnicos que você não entenda.

Concentre-se no que você está ouvindo, ao invés de formular o seu próximo comentário, preocupando-se com o quanto voce discorda , ou julga a outra pessoa.

Resista a qualquer tentação de interromper ou para protestar contra o que você está ouvindo.

Aceite o que o interlocutor está realmente dizendo a você, ao invés de ouvir apenas o que você quer ouvir.

Evite ser desviado do verdadeiro tema por algo tangencial (fora do tema )que o orador diga.

Evite assumir que você sabe quais são as conclusões do orador antes de ele ou ela afirma-las.

Use a técnica do paraphrasing e feedback para indicar sua compreensão da mensagem.

Seja consciente de seus próprios preconceitos e inclinações, para que não influenciem indevidamente a sua audição.

Esteja ciente das palavras que podem desencadear uma reação excessivamente emocional em você porque lembram uma questão sobre a qual você tem fortes sentimentos a respeito.

Se você está tendo dificuldade em discernir o ponto do colega, pergunte: “Quais são as razões de você estar me contando isso?”

Mantenha contato visual e use linguagem corporal (como inclinado para a frente e acenando) para mostrar que você está ouvindo.

Ao aprender as habilidades acima, você vai se tornar um ouvinte melhor e realmente entender o que a outra pessoa está dizendo, não só o que você achaque está dizendo ou o que você quer ouvir.

A escuta ativa tem vários benefícios. Em primeiro lugar, obriga as pessoas a ouvir com atenção . Em segundo lugar, ele evita mal-entendidos, uma vez que as pessoas têm de confirmar que eles realmente entenderam o que outra pessoa disse. Em terceiro lugar, ela tende a abrir as pessoas, levá-los a dizer mais.

Você já tentou?

peterPeter Roman é jornalista e consultor de qualidade. 

Share Button

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*