Home Artigos (Vídeo) Entrevista com Tania Gomes – 33 e 34 Experience – Loja virtual para mulheres com pés pequenos
(Vídeo) Entrevista com Tania Gomes – 33 e 34 Experience – Loja virtual para mulheres com pés pequenos

(Vídeo) Entrevista com Tania Gomes – 33 e 34 Experience – Loja virtual para mulheres com pés pequenos

0
0
Share Button

Gostou do conteúdo, me adicione nas redes sociais – André Bianchi
Linkedin: br.linkedin.com/in/andrebianchi10
Facebook: https://www.facebook.com/AndreBianchiEmpresario

Joyce Bianchi
Facebook:  https://www.facebook.com/joycebianchiempresaria
Instagram: https://www.instagram.com/joyce.bianchi/

Quer saber como surgiu a 33 e 34 Experience, uma loja virtual direcionada para mulheres que tem pés pequenos?

Saiba como foi iniciar a empresa, receber aporte de investidores, vender seus produtos por market place e muito mais, assista:

 

Empresária cria loja virtual para mulheres que tem pés pequenos

Confira matéria anterior realizada por e-mail:

Sempre que a empresária Tânia Gomes saía para comprar sapatos era a mesma peregrinação. De loja em loja, procurava incansavelmente por modelos e marcas tamanho 33/34, uma saga enfrentada por todas as mulheres que, como ela, têm pés pequenos.

Decidida a empreender em um e-commerce de nicho, teve a ideia de criar a 33e34 (www.33e34.com.br), boutique on-line que atende exclusivamente clientes que calçam esta numeração. Pouco mais de 1 ano após sua inauguração, o site vende 17 marcas de cerca de 180 modelos diferentes, um catálogo que deverá dobrar em 2016 com a chegada de novas grifes. Confira já nossa entrevista exclusiva com a empresária e conheça um pouco mais sobre a ideia:

Tânia, o que fazia antes de empreender na 33e34?
Tive passagens por empresas como Renault Nissan, Rede Globo (Curitiba) e por fim, abrimos uma agência de marketing digital, eu e meu marido, Tiago Luz. Em 2012 vendemos a agência para um grupo de investidores europeus e eu fui passar
uma temporada em Nova York. Na volta, já em 2014, decidi que era hora de colocar o projeto da 33e34 no ar.

Como surgiu a ideia e o que foi necessário para colocar em prática?
A 33e34 é a solução para um problema que eu já tinha vivenciado. Eu uso 33 e sempre encontrei muita dificuldade em encontrar sapatos de coleções atuais no meu tamanho. Somente quando fui estudar o mercado entendi que não são poucas as mulheres que enfrentam a mesma situação. Somos um mercado potencial de 5 milhões de mulheres que usam 33 e 34.

Como foi seu contato com as marcas e o retorno que recebeu?
As primeiras conversas foram mais difíceis. A indústria calçadista não estava habituada às vendas de grades diferentes da padrão (12 pares, indo do 33 ao 39). Hoje já está muito mais simples. Temos 17 marcas que aceitaram o desafio e colhem os resultados junto com a gente.


Por que optou pelo e-commerce?
É a modalidade mais adequada ao trabalho de varejo de nicho. Nossas clientes estão espalhadas por todo o Brasil, que tem dimensões continentais. Seria necessário um investimento absurdamente alto para termos a cobertura através de lojas físicas.

Com um e-commerce de interface amigável e um cuidado extra com as fotos de produtos, atendemos clientes de todos os cantos, com a mesma qualidade.

A aceitação do mercado aconteceu de imediato?
Estamos atuando há um ano e já nos consideramos abraçadas pelo nicho. Nossas clientes não só compram, como temos um índice de recompra muito bom! A aceitação foi muito rápida e muito positiva.

A 33e34 recebeu investimentos de alguns grupos, como aconteceram estes contatos e qual a importância de investidores no negocio ?
O João Kepler é nosso Investidor Anjo e mentor. Foi ele, que desde o início nos apresentou aos grupos de investimento.

Quais são os próximos passos?
Recentemente lançamos nosso aplicativo e em breve faremos o lançamento de uma coleção cápsula da marca própria.

Vocês também têm um blog no próprio site, que fornece dicas para as consumidoras. Qual a importância deste tipo de relacionamento?
Nosso objetivo com o blog e também com as mídias sociais é oferecer informações relevantes para a vida das pessoas, ao mesmo tempo que recebemos feedbacks dos nossos produtos e também do nosso atendimento

Teve dificuldades no caminho? Como fez para reverter essas questões e continuar empreendendo?
As dificuldades são diárias. Empreender não é um exercício fácil. É preciso ser resiliente e buscar solução para essas dificuldades, uma a uma. No final do dia, elas terão diminuído e no dia seguinte você terá espaço para novos desafios.

Qual sua mensagem para quem quer empreender e investir em um sonho?
Empreender é ter disposição para estar fora da sua zona de conforto. Se você tem essa característica, vá em frente! Ouça diferentes opiniões, avalie as críticas, mas não deixe nunca que seu sonho se modifique a ponto de não refletir mais os seus valores.

33e344
Tania Gomes Luz: 
Formada em administração de empresas, é fundadora e CEO da 33e34, e-commerce de nicho que vende sapatos femininos nesta numeração. Com uma forte experiência em marketing e gestão, antes de fundar a 33e34.

Tania teve passagens por Renault, pela RPC e Minancora SA, foi diretora de planejamento da MapLink, COO da UnderDOGS e Diretora de Comunicação e Marketing da Infracommerce.

Share Button

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*